quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Uma bela imagem do Iraque


Esta é uma história de guerra, porém toca-nos o coração...
A esposa do sargento-enfermeiro John Gebhardt, diz que toda a família desta criança foi executada. Os assassinos pretendiam também executá-la, a atingiram na cabeça, mas não conseguiram matá-la.
Ela foi tratada no Hospital de John, está se recuperando, mas ainda chora e geme muito. As enfermeiras dizem que John é o único que consegue acalmá-la. Assim, John passou as últimas 4 noites segurando-a ao colo na cadeira, enquanto os 2 dormiam. A menina tem se recuperado lentamente.
Eles tornaram-se verdadeiras "estrelas" da guerra.
John representa o que todo o mundo gostaria de fazer.
Isto, meus amigos, vale a pena partilhar com o mundo inteiro.
Vocês nunca veem notícias destas na TV ou nos jornais, em geral.
Se achar legal, como eu achei, divulgue.
Acredito que todos precisamos ver que (também) existem estas realidades ... que pessoas como John fazem a diferença.

"Não podemos orientar o vento, mas podemos ajustar a nossa vela."

Enviado por e-mail por Letícia de Sá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião

FACEBOOK